Acusados de matar mototaxista em emboscada vão a júri nesta segunda-feira em Sena Madureira

Os acusados de matar o mototaxista Leandro Rodrigues Modesto, no dia 3 de janeiro de 2017, no bairro Jardim Primavera, em Sena Madureira, no interior do Acre, vão a júri popular, nesta segunda-feira (22).

A informação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC). Entre os acusados estão Rafael Dutra Araújo e Joel Oliveira.

Modesto foi morto com ao menos dez tiros, sendo a maioria nas costas. Na época o delegado responsável pelo caso, Samuel Mendes, informou que o crime tinha características de emboscada.

Mesmo com a quantidade de tiros que foi atingido, o mototaxista ainda chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o hospital em Sena Madureira, mas não resistiu e morreu em seguida.

Cinco dias depois da morte de Modesto, a polícia informou que Araújo já estava detido no presídio Evaristo de Moraes por outro crime. Temendo que o homem recebesse o benefício de progressão de regime e cumprisse pena em liberdade, a polícia pediu prisão preventiva pela morte do mototaxista.

Ainda conforme a polícia, o mototaxista tinha passagem pela polícia pelo crime de tráfico de drogas e era alvo de investigações pelo possível envolvimento em organização criminosa.

%d blogueiros gostam disto: