Agentes frustram fuga de detentos no presídio Antônio Amaro

Por Ac24Horas

Agentes penitenciários frustraram uma tentativa de fuga de quatro detentos que fazem parte do pavilhão oito do presídio de segurança máxima, Antônio Amaro, recém inaugurado pelo governo do Estado do Acre. O fato aconteceu na manhã de terça-feira (02), durante o banho de sol.

Todas as manhãs, os reeducandos são retirados das cela e colocados em uma área externa aberta, chamado solarium, local onde recebem o banho de sol e enquanto ficam lá fora, os agentes realizam revistas de rotinas nas celas, procurando objetos ilícitos, fiscalizando grades e paredes para garantir a segurança. Foi nessa ocasião que encontraram numa das celas, dois buracos feitos para a tentativa de fuga e ainda barras de ferro com 1 metro de cumprimento que poderiam ter sido usadas em caso de confronto com os agentes ou presos da facção rival caso conflito.

Vale ressaltar, que o pavilhão foi inaugurado há menos de quatro meses e que diferente do que é exigido em um presídio de segurança máxima, ao invés de ser construído com concreto armado, ele foi construído com estrutura de tijolos, o que facilita a fuga.

Os quatro presos são líderes de uma organização criminosa e foram conduzidos à Delegacia de Flagrantes (Defla). Eles devem responder por dano ao patrimônio público.

“Não vai demorar muito para que haja um novo confronto entre presos. Basta quebrar as paredes para que as facções rivais, que são separadas apenas por alas feitas com paredes de tijolos se confrontem e nós trabalhadores ficaremos no fogo cruzado. Só nós que trabalhamos aqui sabemos o quanto isso se trata apenas de obras eleitoreiras, pois o governo não se preocupa com a segurança”, disse um agente penitenciário.