Agora é oficial. Petecão é candidato à presidência do Senado

Senador Sérgio Petecão (PSD/AC) anuncia sua candidatura à presidencia do Senado Federal.

rpt_vivid

O senador reeleito pelo Acre, Sérgio Petecão (PSD), oficializou seu nome de vez ao maior cargo, depois do presidente do Brasil, à cadeira do Senado. O post foi publicado em sua página do Facebook nesta quinta-feira, dia 10.

Antes, Petecão esteve visitando a cidade de Brasiléia, onde foi recebido pela prefeita Fernanda Hassem (PT), com que um grande carinho e sempre é bem recebido. Também  visitou o prefeito de Assis Brasil. O Senador esteve cumprindo agenda no país vizinho, o Peru, fortalecendo a parceria entre os dois países vizinho e trazer dias melhores, no tocante a exportação.

A pauta em voga, foi perguntado ao senador sobre o seu nome estar entre os que estão concorrendo aos votos para a presidência do Senado, que acontece no dia 1º de fevereiro próximo. Disse que esse seria um assunto que estava sendo discutido a mais de mês.

“Como a mídia nacional está buscando nomes e nós estamos com estratégias, no momento certo vamos falar disso. Tem candidaturas fortes como a Renan Calheiros (MDB-AL) que terá dificuldades, apresento meu nome no meio dos candidatos “velhos”, por ter sido um dos reeleitos, mas, transito muito bem com os novos senadores. Já fiz contatos com outros colegas e o PSD já vem com 8 senadores. Caso a do Renan venha fracassar, acredito a nossa poderá crescer muito”, comentou.

Um destaque que pode ‘engrossar’ o nome de Petecão no senador, seria o apoio do senador eleito pelo Acre, Marcio Bittar (MDB), que não acredita que o nome de Renan Calheiro decole, e de Mailza Gomes (PP), que assumiu a cadeira de Gladson Cameli, eleito para o governo acreano.

Os nomes dos senadores Major Olímpio (PSL-SP), Renan Calheiros (MDB-AL) e o de Esperidião Amin (PP-SC), Álvaro Dias (Pode-PR), Davi Acolumbre (DEM-AP), Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Simone Tebet (MDB-MS), já estão ventilando pela mídia nacional. No entanto, o senador eleito, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), já assinalou que irá trabalhar para evitar a eleição de Renan Calheiros.

Petecão destacou que as eleições para a presidência das mesas, “é um jogo muito bruto, eu já participei de quatro presidências quando deputado e essa eleição se decide nas últimas 72 horas e vamos debater com algumas lideranças agora dia 15 e vamos e vamos ver. Eu gosto de desafios e eu tive muita sorte e espero que eus possa me ajudar mais uma vez”, finalizou.

Veja vídeo reportagem abaixo com Marcus José.