Após tentarem desmentir informação, Associação dos Delegados e Sindicato dos Agentes enfim admitem “rebaixamento” da Polícia Civil e marcam protesto

Luciano Tavares, do Notícias da Hora

Após tentar desmentir diversas vezes na imprensa local a informação veiculada há duas semanas no Notícias da Hora sobre a intenção do governo de rebaixar o status da Secretaria de Polícia Civil para diretoria, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Acre e a Associação dos Delegados de Polícia Civil, enfim, resolveram levar o tema a sério e estão convocado para a próxima segunda-feira, 29, às 8h, na frente da Casa Civil, um ato de repúdio contra a proposta do governo.

Para as duas entidades, a proposta “intenta acabar com a autonomia da Polícia Civil, bem como sucatear a instituição, retirando instrumentos e setores essenciais à investigação criminal”.

“O governo do estado, por essa atitude, não demonstra intenção de resolver os verdadeiros problemas já enfrentados pela Polícia Civil, o que afeta negativa e diretamente a segurança pública em nosso Estado, e sim querer sucatear, diminuir a instituição que investiga e dá substancial suporte no combate ao crime organizado, que ora se fortalece em nossa sociedade”, acrescenta a nota.

A proposta de pôr fim a Secretaria de Polícia Civil e torná-la um departamento da Secretaria de Segurança Pública do Acre consta na minirreforma do governo que será enviada a Assembleia Legislativa.

Gladson Cameli tem reclamado de discórdia e divisão na classe desde que assumiu o governo, o que estaria atrapalhando as ações na instituição.

%d blogueiros gostam disto: