Bandidos com fardamento da polícia fazem arrastão e matam colono na Transacreana

O Colono Agnélio Missiano, de 34 anos, foi morto a tiros na noite de quarta-feira (8) durante um arrastão efetuado por bandidos no ramal Liberdade, no km 60, no Seringal Macapá , região da Estrada Transacreana em Rio Branco.

De acordo com informações das vítimas repassadas a polícia, cinco homens armados e vestidos com fardas da Polícia Militar fizeram um arrastão na região e os moradores foram feitos reféns por horas. Na ação dos criminosos, vários pertences das famílias foram subtraídos e Agnélio foi morto enquanto tentava fugir dos bandidos pulando a janela de sua casa.

A respeito do fardamento da PM, a reportagem do site ac24horas entrou em contato com o comandante-geral, Ezequiel Bino, que informou que precisaria ter mais detalhes sobre a ocorrência e caso comprovado o uso da farda da Polícia Militar pelos criminosos, o comando deverá abrir uma investigação, para saber como o fardamento chegou até o autores dos crimes.

O corpo do Colono Agnélio deu entrada na noite desta quinta-feira (9) no Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

O caso será investigado pela Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (Dcore).

%d blogueiros gostam disto: