Bebê de 5 meses morre em Rio Branco e polícia suspeita de estupro

 

Um bebê de 5 meses, identificado como Renan Emanuel, sofreu uma parada cardíaca e morreu na noite desta quinta-feira, 8, ao dar entrada da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Conjunto Habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco.

De acordo com informações de funcionários da unidade de saúde, Renan, que é portador de Síndrome de Down, sofreu uma parada cardíaca na sua própria residência e familiares tentaram reanimá-lo durante aproximadamente 20 minutos, porém, quando perceberam que o bebê não respondia, a mãe e avó que residem na Cidade do Povo, o encaminharam a unidade de saúde.

A criança deu entrada na UPA já sem vida. A médica plantonista ainda tentou reanimar a criança, porém, não obteve êxito. Após a morte e depois de fazer uma avaliação pelo corpo do bebê, a médica observou que o ânus da criança estava com suposta marca de violência sexual.

Ao perceber a situação, a médica chamou os demais funcionários e acionou a Polícia Militar. Funcionários chegaram a relatar a reportagem do ac24horas, que a Médica chorava muito e ficou muito abalada ao encontrar o corpo do bebê com a suposta marca de violência sexual.

A área do hospital foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística. O corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local, iniciaram investigações e aguardam o resultado da autópsia pela manhã para saber se o bebê foi ou não abusado sexualmente.

Ninguém chegou a ser preso. Os familiares deverão se apresentar na delegacia especializada para prestar esclarecimentos.

%d blogueiros gostam disto: