Bebê morre após grávida ser mandada de volta para casa em Cruzeiro do Sul

Uma mulher perdeu o bebê antes do parto após ter sido liberava várias vezes pelos médicos da Maternidade de Cruzeiro do Sul, no interior do estado. A vítima é a dona de casa Eliana Ferreira, de 33 anos, que esperava o primeiro filho.

A mulher acusa a maternidade de ter sido negligente no atendimento dela, uma vez que, mesmo ruim, foi mandada de volta para casa. A mulher já estava com 40 semanas de gestação, e por isso estava bastante preocupada com o quadro dela.

“Eu já tinha vindo duas vezes por duas semanas seguidas e o médico disse que não, que eu não estava pronta e eu dizendo pra ele que minha filha estava pronta para nascer e ele dizendo que não”, disse.

Eliana afirma que o médico a liberou e após dias ela não sentiu mais a filha mexer. “Eu tive um sangramento e corri pro hospital foi quando eles perceberam que o coração dela tinha parado”, afirmou. “E foi o meu mundo que desabou, minha filha já estava pronta para nascer e ele não fez nada”, disse.

A maternidade informou que vai apurar o caso e deve dar uma resposta em 30 dias. A mulher deu entrevista à TV Juruá, afiliada SBT na região. Ninguém quis gravar com a imprensa.

%d blogueiros gostam disto: