Brasileiro foragido da justiça acreana é assassinado em Cobija por ex-colega de facção

No final da tarde desta segunda-feira, dia 15, o brasileiro Diego da Silva Dantas (28), foi assassinado com um tiro na cabeça na cidade de Cobija (lado boliviano), em um quarto localizado no Bairro Mapajo, próximo ao rio Acre.

Segundo foi apurado, Diego que tinha várias passagens pela justiça acreana, por envolvimento com tráfico, assaltos, formação de quadrilha, entre outros delitos, já era velhos conhecido das polícias, além de ser protagonista em várias matérias policiais desde 2015.

Diego teve participação no sequestro de um taxista na cidade de Xapuri em 2019, sendo preso em Brasiléia, na companhia de outros bandidos pela Polícia Militar. A vítima teria conseguido escapar após ficar por horas preso na companhia dos meliantes.

O crime teria sido realizado por um ex-colega de facção que traiu o grupo indo para outro lado. O seu algoz, que já foi identificado teria se aproveitado por saber da sua rotina e local onde morava, para então praticar o crime.

Em maio de 2019, quando sequestraram um taxista de Xapuri e foram presos pela PM.

As autoridades policias de Cobija já foram acionados e tentam localizar o principal acusado de praticar o crime. Pelo bairro ser localizado próximo ao rio Acre, se acredita que possa ter fugido para o lado brasileiro.

O corpo seria levado para o necrotério do hospital Roberto Galindo, onde posteriormente iria esperar o seu translado para o lado brasileiro e ser enterrado.

Mais informações a qualquer momento.

%d blogueiros gostam disto: