Cinco são presos após tiroteio que atingiu dois homens do Corpo de Bombeiros no último sábado

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira (29), o secretário de Segurança do Estado, Carlos Fábio Portela, informou que cinco pessoas foram presas suspeitas de terem participado da ação criminosa ocorrida em uma área militar do 4º Bis no último sábado (27), que resultou em dois homens do Corpo de Bombeiros baleados.

Entre os presos, dois tinham mandados de prisão em aberto e, além das prisões, um carro usado por eles foi apreendido juntamente com armas, estando sob análise pericial no Instituto de Criminalista da capital. A polícia apreendeu também uma moto com restrição de roubo e drogas.

Coletiva foi realizada na manhã desta segunda-feira/Foto> reprodução

O grupo estaria em uma área de mata em uma espécie de confronto entre facções e, no meio do fogo cruzado, dois bombeiros que trabalhavam na poda de árvores próximo ao Igarapé Francisco, considerada, ainda, uma área militar, foram atingidos.

“Um dos bombeiros está em estado grave, mas com fé acreditamos que deva se recuperar e o outro foi atendido e liberado no mesmo dia. Nós já fechamos esse inquérito, prendemos todos os envolvidos, sendo três de uma facção e outras duas pessoas de outra facção, além de armas, drogas, uma moto com restrição de roubo e um veículo usado por eles no dia”, finalizou o secretário Portela.