Com investimento de mais de R$ 6 mi, Centro Especializado em Reabilitação é inaugurado e leva nome de Frei Paulino

Na manhã desta quarta-feira (3) o governador Tião Viana, inaugurou o Centro Especializado em Reabilitação (CER), localizado no bairro Distrito Industrial, ao final da rua do Lago do Amor.

O espaço integrado de saúde e lazer, conta com o Lago do Amor, o CER, e o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO), em 1.400 m² de área construída para atendimentos terapêuticos adulto e infantil.

O Centro Especializado em Reabilitação leva o nome do Frei Paolino Baldassari, que morreu em abril de de 2016, aos 90 anos de idade, vítima de uma falência múltipla de órgãos.

A cerimônia de inauguração aconteceu nesta quarta-feira/Foto: ContilNet

“Os serviços serão concentrados todos aqui no CER, podendo ser feito em um mesmo local. Serviços esses que já eram oferecidos, mas em ambientes diferentes, o que dificultava o acesso da população”, informou Rui Arruda, secretário de Saúde.

Foram investidos 6 milhões e 300 mil reais e a estimativa é que o espaço de saúde gere 500 novos empregos diretos aos acreanos. “Esse é um trabalho mais humano, mais próximo do paciente. Vamos poder oferecer uma saúde com mais qualidade, que é o nosso objetivo”, afirmou Arruda.

Padre Massimo Lombardi e Frei Charlie Leitão foram compareceram a cerimônia representando a Igreja Católica. O momento de fala sobre o Frei Paolino foi de comoção entre os participantes, porque o provincial veio ao Acre ainda jovem e dedicou sua vida a caridade.

O espaço integrado de saúde e lazer passa a funcionar em Rio Branco/Foto: ContilNet

Tião Viana, amigo pessoal do Frei Paolino disse estar em alegria pela inauguração e pela homenagem que pode fazer ao amigo. “As primeiras escolas rurais do Acre foi o Frei Paolino que levou. Estou aqui em alegria, desejo que a política não seja sinônimo de roubo e sim de atividades como essa, em prol da população”, disse o governador.

A cerimônia contou com a participação da banda da Polícia Militar, servidores da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), e engenheiros e funcionários da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras Públicas (SEOP).

“Essas instalações são o que há de mais moderno em saúde, estamos seguindo o modelo do Hospital Sarah Kubitschek, em Brasília. Foi lá que eu vi essa estrutura e trouxe para o Acre”, concluiu Viana que finalizou o discurso pedindo vivas ao Frei Paolino Baldassari.