Contratação de novos profissionais eleva qualidade da saúde no Acre

Prova disso é o pagamento em dia e a abertura de concursos públicos para a garantia da qualidade dos serviços ofertados.

Somente na Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), entre 2013 e 2018, foram contratados por meio de processos seletivos mais de 2,2 mil servidores para atuarem nas unidades de saúde do estado.

Os concursos realizados nos anos de 2013 e 2014 garantiram a contratação de servidores nas áreas de citologia, enfermagem, hemoterapia, laboratório, nutrição e dietética, órtese e prótese ortopédica, prótese dentária, radiologia, saúde bucal e segurança do trabalho, assistente social, cirurgião dentista, enfermeiro, físico médico, fonoaudiólogo, psicólogo, químico, terapeuta ocupacional, farmacêutico, fisioterapeuta e nutricionista.

Para quem passou em um concurso e tomou posse, a sensação é de estabilidade e poder planejar a vida em família.

Exemplo é a auxiliar administrativa Raimunda Nascimento, que foi convocada para assumir o cargo em 2017, passando a trabalhar na sede da Sesacre. Ela conta sobre as mudanças em sua vida após começar no novo trabalho e os benefícios de ser concursada.

“O benefício de ser concursada é poder contar com aquele dinheiro todo mês, fazer planos para o futuro sem pensar em desemprego e poder fazer planejamento familiar dos recursos que ganho sem ter medo do futuro, de ficar desempregada, como acontece muito no setor privado”, destaca Raimunda.

Mais médicos e enfermeiros

Certamente na saúde todos os profissionais desempenham funções de extrema importância. Isso se aplica desde o servidor que trabalha na limpeza de uma unidade, ao que conduz uma ambulância e até aquele profissional que é responsável por um transplante, que é uma cirurgia das mais complexas.

Mas, logicamente, a contratação de mais profissionais responsáveis pela assistência direta aos pacientes representa um ganho na qualidade de atendimento nas unidades de saúde.

Dos concursos realizados em 2013 e 2014, o governo contratou 180 médicos de mais de 20 especialidades. Já a soma de enfermeiros empossados por meio de concurso público chega a 412 profissionais.

A contratação de novos servidores na saúde não representa apenas melhoria na qualidade do serviço. É importante também para a economia do estado. Veja o exemplo. Os salários pagos apenas aos 2.206 servidores contratados por meio dos concursos realizados em 2013 e 2014 representa uma despesa mensal de 9,7 milhões de reais aos cofres públicos do Acre.

A Sesacre lota servidores, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Huerb, Hospital da Criança, Hospital do Câncer,

Fundação Hospitalar, Policlínica do Tucumã, Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into/AC), Centro de Controle Oncológico do Acre (Cecon), Maternidade Barbara Heliodora (MBH) e as demais unidades espalhadas pelo interior do estado.

“É inegável o investimento na melhoria da qualidade da nossa saúde em todos os setores. Mas, sem dúvida, que um dos que mais condiciona qualidade ao atendimento nas nossas unidades é a contratação de novos profissionais. Fico feliz de estar tendo a oportunidade de fecharmos uma gestão que contratou mais de dois mil profissionais por meio de concurso público”, destaca Rui Arruda, secretário de Estado de Saúde.