Delegado sugere promoção por bravura para policial civil baleado

Juscelino Oliveira Rodrigues de Queiros, baleado por um policial militar no último dia 16 de março – Foto: Reprodução
Por Leônidas Badaró - Do Ac24horas

O delegado Marcos Frank Costa e Silva, coordenador de Polícia Civil na regional do Purus, solicitou ao Secretário de Estado de Polícia Civil, Rêmulo Diniz, que o agente Juscelino Oliveira Rodrigues de Queiros, baleado por um policial militar no último dia 16 de março, seja promovido por bravura.

No documento, o delegado enaltece a coragem e o destemor praticado pelo policial civil ao perceber que dois bandidos armados em um motocicleta tentaram praticar um assalto. Na ocasião, Juscelino perseguiu os assaltantes e, confundido, com um assaltante foi alvejado por um policial militar com três tiros. O pedido de promoção esclarece que o agente de polícia civil atuou sem inibição ou temor a serviço da lei e em defesa da vida, colocando em risco à sua própria vida, ultrapassando os limites normais do cumprimento do dever.

A promoção, segundo o delegado Marcos Frank, se baseia no artigo 84 da Lei Orgânica da Polícia Civil que permite a promoção por ato de bravura por meio da criação de uma comissão que pode apurar e decidir pela aprovação da promoção.

O pedido está nas mãos do secretário de polícia civil, Rêmulo Diniz, que decide se institui ou não a comissão que vai analisar o caso.
Consultado pela nossa reportagem, Rêmulo confirmou que a indicação será submetida a uma comissão. ” A indicação por ato de bravura do Policial Juscelino Queiroz será submetido a uma comissão de análise da indicação e após é encaminhado ao conselho superior da polícia civil, conforme Lei Orgânica da Polícia Civil, é um procedimento padrão pelo qual todas as indicações passam. Aguardamos o parecer da comissão pra então aprovação do ato de bravura”, disse o secretário de polícia civil do Acre.
%d blogueiros gostam disto: