Deputado Ney Amorim registra carta de desfiliação do PT no Acre

Ney Amorim é o atual presidente da Assembleia Legislativa do Acre – Foto: Reprodução

A assessoria do Deputado Estadual pelo Partido dos Trabalhadores, Ney Amorim, atual presidente da Assembleia Legislativa do Acre, disponibilizou a carta registrada em cartório, pedindo sua desfiliação do partido onde esteve atuando por 22 anos e foi eleito por três vezes.

Direcionada ao presidente do PT do Acre, André Kamay, o ainda deputado que se candidatou para uma das duas vagas ao senado na eleição passada, teve uma candidatura conturbada e na reta final, teve o apoio retirado ficando à deriva, terminando em terceiro lugar na disputa.

Importante dizer que Ney é um político com liderança importante e o PT está perdendo um braço forte no Acre. Mesmo que seja negado pelos ‘caciques’ que também perderam e levaram o partido a uma derrota significativa após quase 20 anos comandado o Estado, principalmente à nível nacional.

Na carte de desfiliação, Ney fala de sua trajetória com um pensamento, “O Bem Coletivo”. Destacou que está ciente de ter trabalhado na construção da história do Estado e caminhar na direção do que sempre acreditou, reconhecendo a gratidão por tudo que compartilhou e viveu.

Ney Amorim com certeza teria uma das cadeiras na Aleac, caso fosse candidato para o um quarto mandato, ou quem sabe, um dos novos deputados federais eleitos. O mesmo goza do respeito dos colegas, onde lhe concedeu o segundo mandato de presidente por unanimidade.

%d blogueiros gostam disto: