Desvio na BR-317 tem acidentes em sequência e DNIT diz que vai reforçar a sinalização

Dois acidentes foram registrados neste último fim de semana nas imediações do km 28 da BR-317, no trecho entre os municípios de Xapuri e Epitaciolândia, onde existe um desvio resultante de um rompimento da rodovia federal ocorrido em março passado.

Em uma das ocorrências, um veículo do tipo caminhonete tombou em uma das laterais da estrada após o motorista ter ultrapassado o desvio. De acordo com o jornal O Alto Acre, de Brasiléia, havia 3 pessoas no carro.

No segundo acidente, um carro de passeio caiu de uma altura de cerca de 7 metros, em uma ribanceira ao lado do desvio. Como no primeiro veículo, havia 3 pessoas a bordo. Ambos os carros seguiam com destino à Epitaciolândia.

As informações apuradas indicam que não houve feridos com gravidade. Ocorridos no período da madrugada de sábado para domingo, os acidentes podem ter tido como motivação a falta de sinalização adequada no local.

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) no Acre, Carlos Moraes, disse ao ac24horas que o local está sinalizado e que desconhece as causas dos acidentes, mas garantiu que o órgão vai reforçar a sinalização.

“O local está sinalizado e, em todo esse tempo, é a primeira vez que temos notícias de acidentes. Não sei as causas dos acidentes, mas, de todo modo, vamos reforçar a sinalização”, disse o superintendente.

Carlos Moraes também falou sobre as previsões para o conserto definitivo do rompimento que foi causado pelas fortes chuvas que caíram em março. Segundo ele, a alta no preço do aço e do cimento é a razão da demora nos serviços.

“Estamos com projeto pronto e empresa contratada. Mas o aço e o cimento tiveram um aumento de preço expressivo, após a pandemia, e estamos vendo a forma legal de resolver esse problema”, explicou.

%d blogueiros gostam disto: