Dono de bar em Assis Brasil, deverá pagar dois salários mínimos por não respeitar decreto

Centro da cidade de Assis Brasil – Foto: oaltoacre/arquivo
Fonte: noticiasacreana

Nem sempre é fácil ‘fechar’ as portas de um estabelecimento comercial, seja ele pequeno, médio ou grande porte, mas, leis e decretos devem ser respeitados, logo, é preciso entender que o momento requer a colaboração de todos, sem exceção.

No município de Assis Brasil, fronteira com o Peru, dono de bar acabou não ‘respeitando’ algumas medidas exigidas por lei nesse momento de Pandemia, conforme o regramento sanitário vigente, logo, terá que cumprir sanção pecuniária ou restrição de direitos, a entidade beneficiada será a unidade básica de saúde Gildo Ferreira da Silva, que é a unidade de referência para o atendimento aos pacientes com Covid-19 em Assis Brasil.

Ainda segundo o que consta, o proprietário se recusou a acatar a ordem, razão pela qual também foi investigado por crime de desobediência.

%d blogueiros gostam disto: