Em Brasileia, gestão de Gladson Cameli investe mais de R$ 64 milhões na saúde e infraestrutura

Prestes a completar 111 anos de fundação no próximo sábado, 3, Brasileia vem recebendo audaciosos investimentos na administração de Gladson Cameli na área da saúde e infraestrutura urbana e rural. Somente em 2021, já são R$ 64,4 milhões destinados para a aquisição de equipamentos hospitalares e execução de obras por parte do governo do Estado no maior município da regional do Alto Acre.

 

Brasileia completa 111 anos nesta sábado. Foto: Marcos Vicentti/Secom

No início de junho, Cameli assinou a ordem de serviço para a construção do primeiro anel viário do interior acreano. O contorno rodoviário da BR-317, entre Brasileia e Epitaciolândia, é um sonho antigo, que se tornará realidade graças ao compromisso e empenho da atual gestão estadual com os moradores da região. Futuramente, o empreendimento se consolidará como um importante vetor de crescimento para os dois municípios.

A obra orçada em R$ 60 milhões contempla o novo traçado da BR-317, que terá 10,3 quilômetros de extensão, e ainda uma nova ponte sobre o Rio Acre. Quando estiver pronto, o complexo viário desviará todo o fluxo de veículos pesados que passam pelo perímetro urbano, além de ser o último grande gargalo de infraestrutura a ser superado na Estrada do Pacífico. A rota é estratégica na ligação com os países andinos e com os portos peruanos, que importam e exportam mercadorias, sobretudo para a Ásia e Estados Unidos.

 

Governo tem trabalhado em parceria com a prefeitura. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Venho lutando por essa obra desde o tempo em que era senador da República e fico muito feliz em saber que foi válido todo o esforço para que os recursos não retornassem aos cofres da União. O anel viário é uma reivindicação histórica dos moradores do Alto Acre e tenho certeza que contribuirá ainda mais para o desenvolvimento da região”, declarou Gladson Cameli.

A parceria entre governo do Estado e Prefeitura de Brasileia, por meio do programa Ruas do Acre, tem melhorado as vias urbanas do município. Os serviços de tapa-buraco estão sendo executados em 170 quilômetros de ruas. Outra importante iniciativa conjunta é a operação de limpeza e recolhimento de entulhos nos bairros da cidade. As duas ações governamentais receberam investimento de R$ 702,1 mil.

 

Ramais dos maiores polos produtivos de Brasileia passam por manutenção, para garantir a trafegabilidade e escoamento da produção. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Na zona rural, o governo aposta no potencial agrícola de Brasileia e proporciona as condições necessárias para que o homem do campo possa produzir com dignidade. Essa região é responsável pela maior produção e processamento de aves e suínos do estado.

Os ramais dos maiores polos produtivos de Brasileia passam por manutenção, para garantir a trafegabilidade e escoamento da produção. Em 11 quilômetros de estradas vicinais, o Departamento de Estradas de Rodagem (Deracre) realiza a preparação do solo para, futuramente, receber pavimentação definitiva. As benfeitorias somam R$ 3,7 milhões.

Na Saúde, governo conclui construção do Hospital Regional do Alto Acre e adquire novos equipamentos

 

Em 2021, já são R$ 64,4 milhões destinados para a aquisição de equipamentos hospitalares e execução de obras. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Um dos principais avanços conquistados pela gestão Cameli diz respeito à finalização das obras do Hospital Regional do Alto Acre, a segunda maior estrutura de saúde pública do estado e referência para a população de Brasileia, Epitaciolândia, Assis Brasil e Xapuri.

O governo se esforça para equipar o local e assegurar a realização de diversos procedimentos hospitalares na própria unidade, com destaque para a compra de um aparelho de ultrassom e um tomógrafo. Todo o material adquirido corresponde a R$ 2,1 milhões.

Na pandemia, o hospital é referência no tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus na regional do Alto Acre. Uma importante decisão do Estado para enfrentar a Covid-19 e ajudar a salvar vidas.

%d blogueiros gostam disto: