Em novo vídeo, prefeito Mazinho Serafim aparece descontrolado desacatando Policiais

.
ACJORNAL
.

Novo vídeo com cerca de 10 minutos mostra o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB) humilhando policiais militares, na madrugada do último domingo. O prefeito “dispensou” todos os condutores de veículos que haviam sido parados e multados pela blitz Alcool Zero. Ele deu ordem aos motoristas para que não recebessem o auto de infração. “Quem manda nesse caralho sou eu”, esbravejou o prefeito que estava embriagado. Um tenente foi o único militar a confrontar o prefeito, mas ele se omitiu de cumprir o que determina a lei: prender o prefeito e conduzi-lo à delegacia.

Mazinho gritou: “Você não vai levar o carro de ninguém aqui. Se prender (o carro dos condutores autuados por embriaguês) quem está preso é o tenente”, ameaçou.

Um sargento reagiu. “O senhor vai prender ele?”.

“Não toque em mim”, reagiu o oficial. “Não toque em mim, senão eu vou lhe dar ordem de prisão”, ameaçou.

“Então me diga, me diga…..Quem mandou você aqui?”, perguntou ele ao tenente, encostando o dedo no peito do oficial da PM.

Foi quando o prefeito mandou o seu motorista ir buscar o comandante da PM na cidade, o major Casagrande, que naquele horário estava dormindo. “Vai lá e trás ele agora”, disse. A deputada Meire Serafim, mulher do prefeito, estava no carro da família e foi chamada pelo marido como “reforço da carteirada”. A parlamentar, visivelmente sonolenta, gritou do carro: “eu quero ir embora”. Mas ela foi também intimidada e teve que ir ao encontro do esposo, que desacatava desde o oficial até o militar responsável pelo preenchimento das multas.

O militar tenta conduzir a deputada ao carro dela, num gesto educado, pegando-lhe na mão. “Não toque na deputada”, bradou o o desequilibrado prefeito

Pára, gente”, apelou a deputada, que não foi ouvida.

Meire Serafim tentou convencer o prefeito de que ele estava cometendo um erro. E foi repreendida em público: “você não me desrespeite. Se você não pode me ajudar vá para o carro”, disse ele.

O video exclusivo publicado abaixo pelo acjornal tem trechos que justificam a prisão do prefeito. O secretário de Segurança Pública, Paulo César, mandou abrir investigação contra os policiais da Alcool Zero, que teria incorrido em prevaricação.

 

%d blogueiros gostam disto: