Empresas de transporte por aplicativo têm até hoje, 29, para se cadastrar na RBTrans

Até o início da manhã desta sexta-feira,29, apenas três empresas de transporte urbano por aplicativo já haviam se cadastrado junto a RBTrans. O cadastro habilita as empresas a atuarem dentro da lei em Rio Branco. O município acatou a sugestão do sindicato e impôs Lei Municipal que determina a normalização do transporte por aplicativo na Capital . O prazo para que todas possam se cadastrar, encerra às 18 horas de hoje.

Após reunião realizada entre o sindicato e a direção da RBTrans, ficou decidido que as empresas que não obedeceram a lei municipal terão seus aplicativos cancelados em Rio Branco. Segundo o diretor da RBTrans, Nélio Anastácio, “após expirar o prazo, serão tomadas providências contra as empresas irregularidades”.

Conforme Lei, a empresa que não formalizar o cadastro pode ser multada no valor de R$ 30 a R$ 100 mil. O motorista que atuar de maneira irregular também será multado em até R$ 1.500,00 e, ainda, terá o veículo apreendido e conduzido ao pátio do RBTrans.
A prefeitura de Rio Branco atendeu ao pedido do sindicato e disponibilizou mais uma equipe para a fiscalização do transporte clandestino. Agora, atuam duas equipes que trabalham no combate ao transporte clandestino.
O diretor de uma das empresas de aplicativo no Acre defende a legalidade de todas as empresas de aplicativo para evitar o transporte clandestino.

“Acreditamos que estamos avançando nesse processo de combate aos aplicativos clandestinos. Embora sabendo que esse processo de bloqueio os aplicativos não é tão rápido, face a morosidade da justiça, pela postura da Rbtrans acreditamos que teremos êxito. No mais, acreditamos que estamos progredindo que nesse processo a categoria tem que estar consciente do seu papel, principalmente no bom entendimento”, declarou.