Fagner Calegário diz que Ribamar Trindade é “emissário do mal”

O deputado Fagner Calegário (PV) denunciou no pequeno expediente nesta terça-feira (7) na Assembleia Legislativa do Estado do Acre, que o secretário da Casa Civil do governo está nomeando servidores terceirizados. “Será que ele não tem o que se preocupar, faz nomeações de merendeiras e zeladores nas secretarias”, denunciou.

Calegário disse que vem recebendo dezenas de denúncias nesse sentido e que constatou pessoalmente em escolas públicas a troca dos servidores terceirizados. Segundo o ac24horas apurou, a troca estratégica conta ainda, com o assessoramento especial de Claire Cameli e do diretor do Acreprevidência Livio Veras, este último, presidente da executiva municipal do partido do governador.

Claire e Lívio são os nomes indicados pelos secretários para a substituição. Outra secretaria com forte esquema na troca de cargos terceirizados é a comandada pelo secretário Israel Milani, do meio ambiente.

“É ilegal o que o secretário da Casa Civil está fazendo e isso nós vamos denunciar na Tribuna e exigir fiscalização” concluiu Calegário.

Calegário denunciou ainda que a empresa VB da Silva, classificada como microempresa, ganhou uma licitação na Secretaria de Educação com o valor de R$ 8 milhões, sendo que só pode movimentar anualmente R$ 360 mil.

Segundo o parlamentar, a empresa foi contratada para fazer manutenção em escolas, mas sua finalidade principal é para fazer manutenção somente em ar-condicionados.

“O interessante é que a empresa é do Amazonas e isso prejudica o empresariado local. Esse governo falava em valorizar o empresário local e vem com essa agora. Isso está errado”, disparou.

%d blogueiros gostam disto: