Fundador do Bonde dos 13 é executado por membros do CV no 2º Distrito de Rio Branco


A polícia fez patrulhamento na região em busca de prender os criminosos no carro HB20, mas ninguém foi encontrado.

O líder e um dos fundadores da facção Bonde dos 13, Nunes Pereira de Assunção, de 30 anos, foi executado a tiros na manhã desta segunda-feira (29) em frente a sua casa localizada no Beco do Buriti, na divisa dos bairros Recanto dos Buritis e Santa Inês, no segundo distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem, Nunes estava limpando a frente da sua casa com um lavadora de pressão, quando homens não identificados, membros da facção rival, em um carro modelo HB20, se aproximaram e em posse de armas de fogo efetuaram vários tiros que atingiram o faccionário, que mesmo ferido, ainda conseguiu correr e cair dentro de sua residência.

Após ação, os criminosos fugiram do local tomando rumo ignorado.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local nada puderam fazer por Nunes que já se encontrava morto.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística que constatou que a vítima foi ferida com sete projéteis na região da cabeça, peito. A polícia fez patrulhamento na região em busca de prender os criminosos no carro HB20, mas ninguém foi encontrado.

%d blogueiros gostam disto: