Governo da Bolívia realiza trabalhos preventivos colocando policiais em pontes para evitar bloqueios


Policiamento foi colocado de forma preventiva nas pontes que ligam a Bolívia ao Brasil pelo Acre, para que não ocorressem bloqueios por manifestantes contrários ao governo.

Durante todo o dia desta terça-feira, dia 29, o governo da Bolívia colocou vários policiais da Força Delta, para que de forma preventiva, evitem qualquer protesto que venha bloquear as pontes que ligam a cidade de Cobija, capital do Estado de Pando, que faz divisa com as cidades de Brasiléia e Epitaciolândia.

Durante o dia, aconteceu manifestações pacíficas na parte alta da cidade, no Parque Piñata que duraram por algumas horas. As ruas laterais do local foram bloqueadas e liberadas momentos depois.

Os protestos que acontecem na cidade de Cobija, é considerado pequeno em relação a outros estados do País, como Cochabamba, Santa Cruz, Potosi, Tarija e localidades no interior desses estados. O presidente Evo Moraes ameaçou dizendo que poderá colocar as Forças Armadas e Polícia para reprimir os protestos.

As ruas laterais do Parque Piñata, na parte alta da cidade foram bloqueadas por algumas horas e depois liberadas.

Famílias de brasileiros que estudam em vários estados da Bolívia, estão buscando seus parentes de volta para o Brasil, por medo que possa acontecer um grande confronto entre os manifestantes contrários aos resultados da última eleição, ocorrida no dia 20 passado, onde deu margens à fraude eleitoral e deu vitória para o quarto mandato para o atual presidente, Evo Moraes.

%d blogueiros gostam disto: