Governo do Acre altera portaria e não vai pagar salário de Marcus Alexandre

Por meio de nova portaria, que revoga o decreto 866-publicada no mês de fevereiro, o governador Gladson Cameli decide que o salário do ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, não será mais pago pelo Estado.

Até então, quem fazia esse pagamento era o governo através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra). Agora, será pago pelo Tribunal de Justiça, onde Marcus Viana está cedido desde o dia 18 de fevereiro de 2019.

Gladson acaba de ceder o ex-prefeito sem ônus para o Estado do Acre, mediante reembolso a ser efetuado pelo cessionário.

A nova portaria também altera a data de permanecia de Marcus no TJ. Consta, agora, que o petista prestará serviço ao TJ até o dia 31 de 2019. Antes disso, foi publicado que o ex-prefeito permaneceria no Tribunal por cerca de dois anos.

Marcus Alexandre é servidor de carreira da Secretaria de Obras do Estado e acabou cedido para o TJ, após derrota nas eleições. Porém, avia sido cedido com ônus para o estado, o que, à época, gerou uma onda de críticas ao governo.