Homem que postou ‘Obrigado, Deus’ ao fugir de cerco policial pega 7 anos por tráfico de drogas no AC


Maxwel Nascimento foi condenado a sete anos por tráfico de drogas em regime inicial fechado — Foto: Iryá Rodrigues/G1 Maxwel Nascimento foi condenado a sete anos por tráfico de drogas em regime inicial fechado — Foto: Iryá Rodrigues/G1

Maxwel Nascimento foi condenado a sete anos por tráfico de drogas em regime inicial fechado — Foto: Iryá Rodrigues/G1

A Justiça do Acre condenou Maxwel Viana do Nascimento a sete anos de prisão por tráfico de drogas. Nascimento ficou conhecido depois que conseguiu fugir de um cerco da polícia, em março do ano passado, e postou mensagem no Facebook para agradecer pelo “livramento”.

A decisão é da 5ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC). Nascimento não pode recorrer em liberdade, e deve cumprir a sentença em regime inicial fechado.

O G1 não conseguiu contato com a defesa do acusado.

Casal inocentado

O casal Alexandro Pereira de Oliveira e Maria Ester Viana de Oliveira que tinha sido preso em março do ano passado e foi apontado como funcionário do acusado, foi inocentado pela Justiça. Ao G1, o advogado do casal, José Stênio Soares, falou que não ficou comprovada a participação dos clientes no crime.

Na época da prisão, a Polícia Civil informou que o casal estava com drogas, dinheiro e vários eletrodomésticos escondidos em uma distribuidora do bairro Conquista, em Rio Branco. O dono da distribuidora seria Maxwel Nascimento.

“Quiseram associar ao Maxwel, moravam próximos, vizinhos e se conheciam. Segundo a polícia, o Alexandro trabalhava pro Maxwel e como foi feita uma busca e apreensão na casa dele e encontrada uma quantidade de entorpecente, quiseram fazer essa associação”, defendeu.

O advogado falou que conseguiu retirar o casal da prisão ainda no decorrer do processo. Oliveira foi considerado apenas como usuário de drogas.

Em postagem, Max Viana agradece a Deus e diz que foi livramento após fugir da polícia — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Acre Em postagem, Max Viana agradece a Deus e diz que foi livramento após fugir da polícia — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Acre

Em postagem, Max Viana agradece a Deus e diz que foi livramento após fugir da polícia — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Acre

Caso

Em março de 2018, uma equipe da Delegacia de Repreensão a Entorpecentes (DRE) montou um cerco para prender Nascimento na casa dele, no bairro Conquista. Porém, o rapaz trocou tiros com a polícia e conseguiu fugir e ainda fez uma postagem no Facebook.

Na mensagem, o suspeito dizia que Deus estava sempre com ele e não adiantava o inimigo tentar derrubá-lo. A publicação foi deletada, mas a equipe da (DRE) fez o print.

Em junho, Nascimento foi preso em uma casa do bairro Esperança, na capital acreana. Agentes da DRE cumpriram um mandado judicial e conseguiram prender o suspeito e a namorada dele.

Já em setembro do ano passado, Nascimento fugiu do Complexo Prisional Francisco de Oliveira Conde (FOC). Ele foi recapturado apenas em janeiro deste ano, no bairro Conquista.

O delegado Pedro Resende, responsável pela prisão do suspeito, informou que Nascimento recebeu ajuda de um agente penitenciário para fugir do presídio. Segundo Resende, o suspeito tem dois inquéritos de tráfico de drogas em aberto e um por organização criminosa

%d blogueiros gostam disto: