Hortaliças e artesanatos produzidos em presídios no AC vão ser vendidos na Expoacre

Hortaliças produzidas por presos do Acre vão ser vendidas na Expoacre 2019 — Foto: Divulgação/Iapen

Hortaliças produzidas por presos do Acre vão ser vendidas na Expoacre 2019 — Foto: Divulgação/Iapen

A Expoacre 2019 vai contar um com um estande reservado para as atividades desenvolvidas dentro das unidades prisionais do estado. Durante os nove dias da feira agropecuária, hortaliças e artesanatos produzidos nos presídios do Acre vão ser expostos e vendidos a preços que variam de R$ 5 a R$ 300.

A gerente de Trabalho e Produção do Instituto Penitenciário do Acre (Iapen-AC), Dalvanir Azevedo, informou que os produtos que vão ser expostos são produzidos pelos detentos dos presídios de Rio Branco, Senador Guiomard e Cruzeiro do Sul.

Conforme o Iapen-Ac, ao menos 28 presos do regime fechado também estão trabalhando na limpeza e reforma do parque de exposições de segunda a sábado.

“Vamos ter amostra de hortas orgânicas, que são hortaliças produzidas dentro do complexo penitenciário, exposição de móveis confeccionados nos presídios, artesanato de bolsas, estojos, sapateiras, produzidos no presídio feminino. Além da venda de farinha produzida por presos de Cruzeiro do Sul e, em dois dias, os presos que fazem aula de violão vão se apresentar”, disse Dalvanir.

Diariamente, serão vendidos kits de verduras a R$ 5. De acordo com a gerente, em cada kit vai ter couve, alface, rúcula, cheiro verde e chicória.

Durante a exposição, os presos não vão estar no estande do Iapen. Os produtos vão ser apresentados pelas pessoas que estão à frente dos setores. “Somente em dois dias que três presos vão tocar violão. São presos do regime fechado e vão estar aqui devidamente escoltado pelos agentes penitenciários”, contou.

%d blogueiros gostam disto: