Léo de Brito vota contra aumento do fundão eleitoral e chama reajuste de vergonhoso

A Lei de Diretrizes Orçamentárias aprovada para 2022, votada e aprovada na última quinta-feira (15), trouxe aprovado um aumento no repasse ao Fundo Especial de Campanha, o fundão, de 2 bilhões, saltando para R$ 5,7 bilhões .

O deputado petista acreano Léo de Brito votou contra o aumento.

Esse dinheiro cairá na conta dos partidos, por intermédio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Votei contra. Um absurdo. Em plena pandemia a base do governo aprova na surdida o fundão e eleva o fundo eleitoral para quase R$ 6 bilhões, um aumento de 185%. Uma vergonha”, diz

%d blogueiros gostam disto: