Mãe vira ré por abandono dos três filhos que morreram carbonizados em incêndio

Três crianças morreram carbonizadas após serem deixadas trancadas em casa por mãe que foi para bar no AC — Foto: Arquivo pessoal
Por Iryá Rodrigues

A Justiça aceitou nesta semana a denúncia do Ministério Público do Acre (MP-AC) e tornou ré a jovem Jociane Evangelista Monteiro, mãe de três crianças que morreram carbonizadas no dia 19 de dezembro do ano passado, no bairro Portal da Amazônia, em Rio Branco.

Ela foi denunciada no último dia 12 de janeiro pelo crime de abandono de incapaz com alguns agravantes, como o fato de ter resultado na morte das vítimas e por ela ser mãe das vítimas.

A denúncia, assinada pelo promotor de Justiça Júlio César, foi aceita pela 4ª Vara Criminal da comarca de Rio Branco na quinta-feira (21). Na decisão, o juiz Clovis de Souza Lodi deu um prazo de 10 dias para que Jociane responda à acusação.

A tragédia ocorreu depois que a mãe das vítimas deixou as crianças, de 4 e 2 anos e um bebê de 8 meses, trancados em casa sozinhos para ir a um bar. Vizinhos ainda tentaram socorrer as crianças ao ouvir os gritos, mas não foi possível retirar os três irmãos.

A reportagem entrou em contato com a mãe das crianças na quarta-feira (20) para saber se ela gostaria de falar sobre o caso, mas ela não se posicionou. A reportagem também tenta contato com a defesa da mulher.

A mulher chegou a ser presa e levada para a Delegacia de Flagrantes (Defla), na capital, mas foi liberada após audiência de custódia e cumpre medidas cautelares.

Três crianças morreram carbonizadas após serem deixadas trancadas em casa por mãe que foi para bar — Foto: Eldérico Silva/ Rede Amazônica
%d blogueiros gostam disto: