Menores poderiam ser executadas em festa de faccionados em sítio de Epitaciolândia

O caso onde uma ação conjunta envolvendo polícias Civil, Militar, Giro e Gefron, que resultou na apreensão de menores, faccionados e uma arma em um sítio localizado na zona rural de Brasiléia, poderia terminar e um banho de sangue.

Segundo foi levantado, antes mesmo de ser montado o certo no local onde resultou na prisão de membros de um grupo criminoso, além da festa promovida para comemorar a promoção de um dos que iria atuar como uma espécie de ‘gerente’ na fronteira, algo pior estava sendo planejado.

Os criminosos que já tem passagem pela Justiça, teriam convidado algumas adolescentes menores de idade, estas teriam sido condenadas a serem mortas após serem embriagadas, por acharem que elas estavam em conluio com membros de facção rival da cidade de Brasiléia.

Foi levantado que ao menos duas poderiam ser mortas no decorrer do final de semana. Graças à ação rápida dos policiais, o pior foi evitado e o caso está sendo levantado pelo delegado Luís Tonini.

Mais informações a qualquer momento.

%d blogueiros gostam disto: