Para se defender de agressões, idosa de 67 anos dá quatro facadas no filho em Cruzeiro do Sul

A dona de casa Francisca Gondin, de 67 anos, foi levada à delegacia de Cruzeiro do Sul na noite desta quarta-feira (26) após dar quatro golpes de facão em seu filho que, segundo ela, tentou matá-la com um pedaço de madeira e uma faca. David Gondin, de 44 anos, foi levado ao Pronto-Socorro apenas com ferimentos leves.

A mulher contou à polícia que sofria ameaças frequentemente por parte do filho, que é usuário de drogas. Na noite desta quarta, Gondim começou a beber e ficou irritado quando sua mãe decidiu reduzir o volume do som que ele estava escutando.

G1 tentou falar com Francisca, mas ela não quis falar sobre o caso.

Com um pedaço de madeira e uma faca, o homem partiu para cima da idosa afirmando que iria matá-la. Para se defender, a dona de casa pegou um facão e desferiu golpes contra o filho o atingindo quatro vezes, com cortes no abdômen, costas, antebraço direito e no braço esquerdo.

De acordo com os policiais que atenderam a ocorrência, quando a viatura da PM chegou ao local, a idosa afirmou que já estava aguardando para se entregar. Ela relatou que sofre constantes ameaças do filho, inclusive já teria sido vítima de agressões e, por várias vezes, teria saído de casa correndo e sendo perseguida por Godim com uma faca.

A mulher informou ainda que decidiu reagir para não ser morta pelo filho, que teria passado o dia dizendo que a mataria. Gondim também é suspeito de tentar matar o pai e uma irmã. Por conta dos atos de violência praticados contra a família, ele foi condenado a cumprir medida protetiva, mas não obedecia a ordem judicial.

A idosa passou a noite na delegacia e será interrogada e liberada ainda na manhã desta quinta-feira (27), já o filho dela saiu do hospital sem autorização médica e aguarda ser ouvido na delegacia da cidade.