Polícia Nacional Boliviana restitui quarto veículos roubados no Acre

Uma das pick-ups estaria circulando na zona rural boliviana com duas placas brasileiras

Veículos foram restituídos aos proprietários nesta segunda, dia 5.
Alexandre Lima - Vídeo Marcus José

Aconteceu no quartel do comando geral da Polícia Nacional Bolívia, na cidade de Cobija (capital do estado de Pando), um restituição de duas caminhonetes e duas motos, que foram alvos de bandidos no Acre, no lado brasileiro.

Essa ação contou com a presença do alto comando boliviano, na pessoa do Coronel Peres L., juntamente com o representante da Polícia Militar do Acre, coronel Souza Filho, representando a Secretaria de Segurança do Estado do Acre, do subcomandante do 10º Batalhão do Alto Acre, Capitão Edmilson Ferreira, além de outros convidados.

Entrega aconteceu no Quartel Geral da Polícia Nacional Boliviana, na cidade de Cobija.

Uma das caminhonetes modelo Mitsubishi/L200, placas NAF 6201, havia sido roubada no Bairro Vila Acre há cerca de oito dias. Dois bandidos armados surpreenderam os moradores e anunciaram o assalto e a proprietária ficou surpresa com o trabalho em recuperar o seu bem num curto prazo.

A outra, uma Toyota/Hilux, que foi encontrada abandonada no interior do estado boliviano, com duas placas, sendo uma do veículo (NAD 0330) e a outra, de um carro Fiat/Uno (MZV 2925). Também foi recuperado, duas modelos Honda/Bizz, placas QLW 7790 e NXT 7213. Todos os veículos são da Capital do Acre, Rio Branco.

Em uma pequena solenidade, o comandante da Polícia Nacional Boliviana, coronel Peres L, entregou as chaves da Mitsubishi/L200 nas mãos da proprietária que veio da capital para buscar seu veículo.

Pick-up foi encontrada na zonara rural com duas placas.

Segundo os coronéis, esse trabalho já seria resultado da parceria entre as instituições do Acre e de Pando. “Esse é um trabalho alinhado do governador Gladson Cameli e seu vice, Major Rocha, que tem encampado uma Forca Tarefa e empenho muito grande, para combater coibir esse tipo de crime fronteiriço. Uma dessas políticas, é a parceria com a polícia boliviana e peruana, através da união da Polícia Militar e Civil, para poder recuperar esses veículos e essa já seria uma resposta entre as forças aqui na fronteira”, destacou o coronel Souza filho.

Segundo o coronel, o Estado do Acre estará investindo no combate aos crimes fronteiriços e contará com apoio de um helicóptero, juntamente com o Gefron que está sendo criado, além de outro centro de inteligência que ajudará na recuperação de bens roubados, impedindo que essas ações venham acontecer.

%d blogueiros gostam disto: