Polícia prende suspeitos da execução de sargento no Carandá

A polícia prendeu quatro homens na manhã desta sexta-feira (28). Eles são suspeitos de participarem da morte de um sargento aposentado do exército brasileiro ocorrida no dia 27 de agosto, na Rua Dom João XI, no bairro Carandá, na Baixada da Sobral, periferia da cidade de Rio Branco.

Os presos são Thiago Alves Barbosa, Witalo Carvalho da Costa, Jairo França da Silva e Valdinei Lima de Freitas. Os suspeitos foram apresentados pela Polícia Civil na Delegacia de Investigações Criminais (DIC).

De acordo com o delegado Remulo Diniz, a motivação para o crime apurada após investigações era de que a vítima foi considerada um “X9” do bairro, entregando nomes de membros de facções criminosas para as autoridades.

“A vítima era alcoólatra e teria saído falando o nome de integrantes de facção. Era interesse deles manter oculta as atividades da organização criminosa que ali atua, então eles saíram intimidando também após o crime, as possíveis testemunhas, vizinhos do aposentado, pichando muros e colocando mensagens por debaixo das portas ameaçando”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, foram presos tanto os executores quanto os mandantes do crime nesta ação de cumprimento de mandado que se deu na Sobral e Carandá.

Entenda o caso

Joao Evangelista Barbosa de Souza, de 58 anos, teve a residência invadida pelos criminosos e foi assassinado com tiros e golpes de arma branca no pescoço. O crime aconteceu em 27 de agosto no na Rua Dom João XI, região do bairro Carandá.