Prefeita de Brasiléia poderá multar e fechar estabelecimentos que não obedecem critérios contra o covid-19

A prefeitura do município de Brasileia, localizado na fronteira do Acre, reuniu nesta quinta-feira, dia 21, com alguns empresários donos de estabelecimentos para conversar sobre as medidas que deveriam estar sendo usados nos comércios.

Fernanda Hassem vem demonstrando preocupação com o aumento de internações de pessoas infectadas com o vírus covd-19, podendo fazer com o que o hospital regional Raimundo Chaar venha entrar em colapso a qualquer momento

Prefeita Fernanda Hassem vem alertando alguns comerciantes que não estão respeitando as normas de luta contra o covid-19 – Foto: Eldson Júnior

Clama para a população que não se abstenham de suas responsabilidades, praticando o mínimo de cuidado como usar máscara ao sair de casa, nos estabelecimentos comerciais, casas lotéricas e bancos. “Não adianta o poder público fazer sua parte, se o cidadão não faz a sua (…), ou cuidamos e fazemos nossa parte, ou vidas serão ceifadas”, destacou.

A gestora vem destacando essa preocupação nos últimos dias e mesmo com a chegada das primeiras doses de imunização contra o vírus, avisa que a lita ainda não está ganho; “Ainda tem muito por fazer. Não quero tomar medias drásticas, mas alguns comerciantes tem que se alinhar e só voltas às aulas e atividades normais quando tiver segurança e o primeiro compromisso, é com a vida”, disse Fernanda Hassem.

 

%d blogueiros gostam disto: