Prefeitura de Assis Brasil vai montar barreira sanitária no porto do Rio Acre

O prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, determinou a instalação de uma barreira sanitária na entrada do porto do Rio Acre, nas proximidades da Colônia de Pescadores.

 

 

“Existe uma Portaria da Presidência da República que proibe a entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade em território nacional. No entanto, as forças de segurança não estão atuando para fazer cumprir essa determinação. Nós não temos poder de polícia para impedir o ingresso de pessoas em nossa cidade, mas não vamos ficar de braços cruzados vendo o aumento diário nos casos de Covid-19. Vamos instalar essa barreira sanitária neste sábado, dia 23, com a presença no local de profissionais da saúde que irão monitorar cada pessoa que passar pelo local”, explicou Jerry.

O prefeito disse ainda que hoje pela manhã conversou por telefone com a representante da Secretaria Especial de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República, Tatiana Moraes Vieira. No diálogo, o prefeito relatou o atual cenário que vive a fronteira do Brasil com o Peru. Jerry cobrou a presença das forças de segurança nacional e ajuda do Governo Federal para controlar o ingresso de estrangeiros na cidade de Assis Brasil. Na ocasião, o prefeito foi convidado para participar de uma videoconferência com alguns Ministros de Estado, entre eles a Ministra Damares, com o objetivo de discutir a situação migratória e o combate à Covid-19.

Jerry também conversou por telefone com o Secretário Adjunto de Segurança Pública do Acre, Mauricio Pinheiro. O prefeito pediu ajuda para fazer valer as medidas adotadas pelas autoridades. O secretário se comprometeu a fazer uma visita ao município de Assis Brasil na próxima semana para acompanhar de perto a situação.

Na semana passada o prefeito de Assis Brasil havia endurecido as medidas de isolamento social por meio de um novo decreto. A exemplo de Assis Brasil, outros municípios do Acre decretaram novas medidas para conter o avanço da doença.

Na manhã desta sexta-feira (22), o governo do Acre decretou toque de recolher e anunciou a não realização do carnaval. Já a prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, ameaçou multar e até fechar comércios que desobedecerem as regras estabelecidas nos decretos publicados até aqui.

Segundo o último boletim publicado pelo Comitê Acre Sem Covid, a regional do Alto Acre está na faixa vermelha.

%d blogueiros gostam disto: