Prefeitura de Cruzeiro do Sul cobra R$ 25 por taxa de lixo e moradores poderão ir para o SPC se não pagarem

Os moradores de Cruzeiro do Sul, o segundo maior município do interior do Acre, passam a receber, a partir desta segunda-feira (29), o carnê de pagamento da taxa de lixo com valor de R$ 25, para qualquer imóvel urbano.

A cobrança da taxa pela nova Lei aprovada no ano passado pela câmara de vereadores e sancionada pelo prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderley Cordeiro, vale para qualquer imóvel e deverá ser reajustada mediante estudo que será feito pelo setor de tributos do município.

Caso contribuinte não pague pela taxa da coleta pode ter o nome incluído no cadastro de inadimplentes, SPC./Foto: Reprodução

Cruzeiro do Sul, segundo o chefe de tributos Érico Oliveira, tem hoje mais de 23 mil imóveis urbanos mas, segundo ele, apenas 10 mil terão que pagar a taxa, tendo em vista que nem todos os imóveis estão cadastrados.

“Estaremos providenciando o cadastramento dos imóveis para que todos possam estar pagando a taxa. Quem produzir mais lixo vai ter que pagar mais caro e isso será feito mediante estudo de quantas vezes os serviços de coleta passará para recolher os entulhos por determinado contribuinte’, explica o chefe de tributos.

Érico afirmou ainda que, caso o contribuinte não pague pela taxa, que começa a ser cobrada hoje na cidade do Vale do Juruá, o setor jurídico será acionado e o contribuinte pode ter o seu nome incluído no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SPC).