Rapaz que fazia racha com Ícaro Pinto também vai continuar preso, diz Justiça

 

 

 

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre voltou a negar um pedido de habeas corpus para Alan Araújo de Lima.
O estudante, está preso desde agosto do ano passado, por envolvimento na morte de Jonhliane Paiva.

No recurso a advogada Helane Christina da Rocha, pediu a liberdade de Alan Araújo sob a alegação de excesso de prazo, o que estaria causando constrangimento ilegal ao réu.
Mas o relator do processo Desembargador Samoel Evangelista concluiu, que os mesmos argumentos e fundamentos, já tinham sido expostos em outro HC.
Por esse motivo, o magistrado reconheceu parcialmente o recurso e decidiu por negar o pedido.

A jovem Jonlhiane Paiva foi morta no dia 07 de agosto do ano passado, na Avenida Antônio da Rocha Viana.
Ela foi atropelada por uma BMW conduzida por Ícaro Pinto, que estava a mais de 150 km/h.

O estudante Alan Araújo, segundo a denúncia do Ministério Público Estadual, participava de um racha com Ícaro Pinto.
Atualmente os dois estão presos no Quartel do Batalhão de Operações Penais.

%d blogueiros gostam disto: