Saúde investiga morte de criança por suspeita de zika e febre chikungunya no interior do Acre

A morte de uma criança de 1 ano por suspeita de infecção pelo vírus da zika e febre chikungunya no município Cruzeiro do Sul, interior do Acre, é investigada pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre). Neste terça-feira (9), o órgão se pronunciou por meio de nota assinada pela gerente do Departamento de Vigilância e Saúde Ambiental do Controle de Endemias, Marília Carvalho.

O órgão informou que a criança é natural da cidade de Tarauacá e ainda não há confirmação de que ela tenha morrido vítima dos vírus transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti. A Saúde destacou ainda que os testes rápidos realizados na criança deram negativo para a presença do vírus.

Mesmo assim, os exames sorológicos que vão apontar as causas da morte foram encaminhados para o Laboratório Central (Lacen) e devem ficar prontos no prazo de dez dias.

O órgão destacou que somente após a análise laboratorial vai ser possível ter uma definição das causas da morte da criança.