Três ex-prefeitos do Acre são condenados a devolver valores aos cofres públicos

O Tribunal de Contas do Acre (TCE-AC) negou recurso da defesa do ex-prefeito de Marechal Thaumaturgo, Aldemir Lopes da Silva (PT), e ele terá de devolver quase R$ 1 milhão aos cofres públicos. Além disso, deverá pagar multa de mais de R$ 13 mil em até 30 dias.

 

O valor é referente à prestação de contas do exercício de 2015 que havia sido rejeitada pelos conselheiros do TCE.

Quem também teve mantida a condenação por irregularidade na prestação foi o ex-prefeito de Mâncio Lima, Cleidson de Jesus Rocha (MDB), correspondente ao exercício de 2016. Ele foi condenado a devolver R$ 237 mil pelos serviços pagos a uma empreiteira, além de R$ 170 mil após supostas irregularidades apontadas pelo Ministério Público de Contas.

Entre as infrações estão gastos acima do limite com pessoal e com a Câmara dos Vereadores, o não recolhimento da contribuição previdenciária dos servidores municipais e o pagamento de passagens aéreas para membros de banda de sertanejo no aniversário da cidade.

Em Brasiléia, o ex-prefeito Everaldo Gomes (MDB) também terá de devolver quase R$ 23 mil, mais multas de 10% e de R$ 14 mil por irregularidades na prestação de contas de 2013.

%d blogueiros gostam disto: