Após dois anos, governo volta a fazer mudanças no comando da PM do AC e exonera comandante-geral

O comandante-geral da Polícia Militar do Acre (PM-AC), coronel Paulo Cesar Gomes da Silva foi exonerado do cargo nesta quinta-feira (4), após mudanças na corporação.

A exoneração foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), e na mesma edição foi publicada a nomeação do novo comandante, o coronel Luciano Dias Fonseca, que estava no subcomando da corporação. Antes ele também foi exonerado porque estava como subcomandante-geral.

O coronel Paulo Cesar estava no comando da PM desde de julho de 2020. Ao g1, disse que a saída do cargo foi a pedido dele.

“Já estava há mais de 2 anos. Quando fui chamado estava na reserva, fui reconvocado, assumi o comando, voltei mesmo por causa da instituição e já contribui. Passei agora para o coronel Luciano, mas foi um pedido meu realmente. Agora, é voltar para a reserva, para a minha atividade física, fazer minhas coisas e ter um pouquinho de sossego”, disse.

Coronel Luciano Dias Fonseca é o novo comandante da PM-AC — Foto: Arquivo/ PM-AC

Coronel Luciano Dias Fonseca é o novo comandante da PM-AC — Foto: Arquivo/ PM-AC

Novo comandante

O novo comandante já estava na direção da PM, como subcomandante-geral da corporação. Ele é pós-graduado em segurança pública e já atuou no comando da PM em Brasileia, além de também já ter respondido pelo Batalhão de Trânsito, foi chefe de inteligência da PM e também da assessoria jurídica.

Fonseca é o quinto comandante da PM em pouco mais de três anos e meio do governo Gladson Cameli. Já passaram pelo cargo o coronel Mário César, coronel Ezequiel Bino, coronel Ulysses de Araújo e por último o coronel Paulo Cesar Gomes.

Como o novo comandante deixou o cargo de sub, o governo nomeou como subcomandante-geral, o coronel Atahaulpa Batista Ribera.

%d blogueiros gostam disto: