CÂMARA MUNICIPAL RETORNA DE RECESSO, COM A 15° SESSÃO ORDINÁRIA NO MUNICÍPIO DE EPITACIOLÂNDIA

Renny Carvalho

 

Nesta segunda feira 2 de agosto de 2021, a Câmara de Epitaciolândia retornou com as sessões ordinárias, após recesso do meio do ano. Na presente sessão estavam 07 dos 09 vereadores, onde 05 deles fizeram uso do seu tempo regimental na tribuna da “Casa do Povo” durante o grande expediente.

O primeiro vereador a usar a tribuna foi Rubens Rodrigues (PSD) que cumprimentou a mesa, os internautas e os demais colegas da casa. Agradeceu o apoio dos colegas na reivindicação de uma ponte no ramal da Fontenele de Castro que está quase 10 meses intrafegável. Convidou os colegas a fazerem uma denúncia junto ao MP para que seja feito desligamento da energia momentaneamente até a derrubada de uma árvore com qual a madeira será utilizada para a construção da dita ponte. Pediu para o poder executivo fazer paliativo nos ramais dos cachorrinhos, ramal do Bahia, ramal do porvir, Km 12, 14 e ramal do Santana até o KM 28 e que inclusive, fosse acelerado esse processo e em especial que fosse feito um paliativo nas ruas da nossa cidade; Bairro José Hassem (Rua 25 de dezembro e Vila Vitória que tem bueiras abertas esperando para serem concluídas, e sobre a Rua Benevenuto Peres, no Bairro da Satel que precisa urgentemente de uma reparação. Parabenizou a postura do vereador José Maria que sempre está em defesa do povo. Falou sobre a restauração da praça principal do bairro José Hassem, que é um ponto de encontro dos moradores, porém oferece riscos aos usuários pela falta de manutenção. Parabenizou o novo secretário de saúde e disse que os itinerantes da saúde sempre foram feitos pelos outros prefeitos, com menor intensidade, é claro, mas que esse projeto não é exclusivo da gestão atual. Finalizou sua fala com um pedido de informação correta do órgão DENIT sobre os limites e divisas dos municípios de Epitaciolândia com Brasiléia e Xapuri, que os mesmos sejam sinalizados.

O vereador Messias Lopes (PT): iniciou pedindo que o trabalho nos ramais seja sempre concluído com o “ piçarramento” de cada trecho, pois somente com a limpeza eles continuarão intrafegáveis durante o inverno. Prestou seu apoio a comunidade do ramal do Fontenele de Castro sobre a ponte que precisa ser urgentemente feita, mas está demorando a ser iniciada pela questão burocrática com a Energisa. Também mencionou a recuperação do ramal do Santana, km 12, 14, 25, ramal do Piçarreira, Porto Rico, Laranjeira, Mato Grosso que precisam de manutenção. Na pauta da saúde o vereador mencionou a falta de médicos e o atendimento de baixa qualidade em alguns postos de saúde que não estariam cumprindo seu horário de atendimento adequadamente, com funcionários saindo mais cedo que o esperado e a questão da falta de informação na distribuição de fichas para atendimentos da UPA que está sendo feita de forma que não comtempla os moradores da zona rural já que tendo hora marcada para retirar as fichas, os mesmos chegam no horário indicado e não encontram mais ficha pois essas estão sendo distribuídas em horário antecipado. Falou sobre a falta de atendimento odontológico nas UBS, pois os equipamentos estão quebrados há algum tempo e sem previsão de resolver estes problemas. Teceu críticas construtivas a respeito das licitações que estão demorando muito, principalmente as da saúde, cujo medicamentosos são de urgência para a população como para os hipertensos e diabéticos que não podem ficar sem o uso diário dos mesmos. Pediu mais carinho com a zona urbana que tem sido esquecida e todos os bairro precisam de restauração urgentemente. Finalizou sua fala com um pedido de prestação de contas sobre as diárias que a prefeitura tem gasto e que saiu nos veículos de comunicação recentemente.

O vereador Marcos Ribeiro (PSDB): Começou sua fala, rebatendo as críticas sobre a demora nos processos licitatórios e explicando os motivos que talvez fossem responsáveis por esse longo período de espera para solucionar as demandas. Concordou que realmente o atendimento nas UBS precisa ser melhorado por parte de todos os funcionários, e que é desafiador trabalhar com verbas que foram definidas em gestões anteriores, como o caso da terraplanagem das ruas antes dos ajustes necessários feitos pelas empresas nas ruas da cidade. Garantiu que a prefeitura está se esforçando em melhorar seu planejamento para que esses transtornos não voltem a acontecer nos próximos anos. Disse que as niveladoras e maquinário para a restauração dos ramais está chegando, e que em breve serão feitos paliativos de forma satisfatória nos ramais que estão precisando de manutenção. Disse estar preocupado com a situação do retorno as aulas, sendo que não aconteceram reformas ainda nas escolas e já deixou de antemão a cobrança dessa demanda. Disse que o prefeito está ciente da responsabilidade que é esta gestão e está fazendo o possível para solucionar os problemas do município.

O vereador Nego (PP): Começou parabenizando ao governador Gladson Cameli pela recuperação dos ramais e pela compra de um aparelho de tomografia e hemodiálise para o hospital regional do Alto Acre. Sobre a situação das UBS, disse que os médicos estão sobrecarregados e que tentam dar seu melhor mesmo em condições desafiadoras e que logo mais o município contratará mais médicos para suprir a demanda. Falou sobre as ruas do povo, que mesmo com a contratação de profissionais de qualidade ainda assim a força da natureza pode se sobressair. Falou sobre a falta de sinalização do KM 28 e questionou a responsabilidade do órgão DENIT pois mesmo após várias denúncias os acidentes continuam. Disse que espera que seja feito mais trabalho competente e menos politicagem nas nomeações de órgãos importantes para a população como o DENIT. Agradeceu novamente ao médico e deputado Jenilson Leite pela parceira e trabalho no estado do Acre e parabenizou o prefeito Sérgio Lopes pelo trabalho prestado nesses poucos meses de mandato e principalmente pelo programa “Saúde na Comunidade” que contempla os moradores da zona rural. Disse que acredita que este primeiro ano será de ajustes para a gestão e a tendência é melhorar em todos os pontos que foram citados.

O vereador Presidente Diojino Guimarães (MDB): Começou sua fala dizendo que a prefeitura de Epitaciolândia não tem o que reclamar da “Casa do Povo”, pois a mesma em 6 meses apresentou 47 pedidos de providências,  11 indicações, 8 requerimentos de informação e desses apenas 4 foram respondidos, demostrando uma falta de consideração com os vereadores. Questionou o não comparecimento do prefeito mesmo em meio a pedidos oficiais para contar com sua presença no reinicio dos trabalhos legislativos referentes ao segundo semestre, e ele se quer mandou um Representantes ou secretario para sanar as dúvidas e prestar esclarecimentos por parte da gestão. Mencionou que o legislativo tem feito de tudo para ser parceiro do executivo, que se quer tem respondido aos pedidos dos seus aliados de base. Mencionou os projetos votados, que não estão sendo executados, as denúncias de gastos excessivos com diárias, a falta de cuidado e informação entre os setores, e lamentou a falta de um representante do executivo nesse retorno as atividades da Câmara municipal. Teceu elogios ao novo secretário de saúde, pelo itinerante mas considera que o prefeito ainda precisa se situar na gestão para melhorar muitas coisas que estão deixando a desejar ainda.

José Maria, vereador do PSL, cumprimentou a todos e iniciou sua fala fazendo um esclarecimento sobre uma situação que aconteceu nas redes sociais, onde foi mal interpretado. Reafirmou seu compromisso com a população e reivindicou melhorias a todos os bairros que estão em descaso. Mencionou que o problema das licitações é que elas estão estagnadas e por isso faltam os medicamentos nas farmácias populares e os trabalhos estão demorando tanto a serem cumpridos. Mencionou sobre um campeonato que acontecerá em todos os municípios do estado e parabenizou ao prefeito por aceitar participar do mesmo. Disse que é muito bom ver que as coisas aos poucos estão voltando a normalidade com relação a pandemia, onde a ala do covid está quase sem pacientes no hospital regional. Parabenizou a Dr. Helena esposa do vereador Nego, pela sua conduta profissional e que o problema das UBS só será resolvido com a contratação de médicos. Endossou a fala do vereador Diojino, sobre a falta de respeito e consideração do prefeito com a casa legislativa inclusive com piadinhas sobre as reivindicações que o vereador fez sobre a rua Ana de Souza Lira. Pediu que o prefeito cumpra sua parte com o legislativo já que este sempre foi parceiro da prefeitura para trazer melhorias para os munícipes de Epitaciolândia e a gestão segue ignorando os pedidos de providência vereadores indiretamente ignora os pedidos da população aos quais os vereadores representam.

A Vereadora Preta (PP): Iniciou sua fala pedindo que a secretaria de assistência social capacite os seus funcionários no quesito atendimento ao publico que tem deixado muito a desejar. Apresentou a casa um Projeto de Lei que proíbe o uso de transportes e veículos ligados a secretarias e a prefeitura para uso particular. Parabenizou o novo secretário de Saúde do município de Epitaciolândia e também o secretário de Obras e convidou os vereadores a fazer uma vistoria nas obras das ruas, que começaram pelo bairro José Hassem sendo todas contempladas e logo após vão começar a manutenção no bairro vila vitória.

%d blogueiros gostam disto: