Durante operação em Rio Branco, Polícia Federal apreende arma e sobras de santinhos

A Polícia Federal apreendeu na casa de um dos investigados pela Operação Santinhos, uma pistola e cinco carregadores, além de um adaptador que aumenta o seu poder de fogo, transformando-a numa espécie de metralhadora.

O uso deste tipo de equipamento é ilegal e vem ganhando espaço no mundo do crime, aumentando o poder de fogo dos bandidos. Como a arma não tinha registro, foi apreendida.

A PF também apreendeu sobras de santinhos dos dois políticos presos: a deputada estadual Dra. Juliana Rodrigues e o vereador Manuel Marcos, ambos do PRB. Ele foi eleito deputado federal em outubro.

A produção de santinhos por uma empresa de fachada, segundo as investigações, era uma das formas encontradas pelo grupo para lavar recursos desviados do Fundo Eleitoral. A PF afirma que o esquema desviou R$ 1,5 milhão.

%d blogueiros gostam disto: