Faccionado acreano preso acusado de assassinato em Cobija é enviado para presídio

Foi transferido para o presídio de Villa Busch, o jovem Messias Souza de Lima, de nacionalidade brasileira, por alegado crime de assassinato, contra o boliviano Henry Alejandro Bello Perez (22), ocorrido no bairro 27 de Julho, na cidade de Cobija, lado boliviano.

O fato aconteceu na noite de domingo passado, dia 27 de junho por volta das 19h00, quando o faccionado Messias, que é foragido da justiça brasileira, na companhia de outro indivíduo, montaram tocaia na casa do falecido que, após chegar com sua companheira, ambos foram alvejados por vários disparos.

Na tentativa de fuga, Messias foi localizado por moradores e detido, sendo imobilizado e espancado até a chegada de policiais. Segundo foi informado, o segundo já teria sido identificado e está sendo procurado pelas autoridades de Pando.

Um juiz do Distrito de Pando, atendeu o pedido do Ministério Público, por constar que existe provas suficientes para prisão preventiva de Messias. Este foi enviado para o presídio de Villa Busch, onde aguardará o pronunciamento da Justiça sobre o caso.

′′Durante o desenvolvimento da audiência, o Ministério Público apresentou as provas consistentes do local do fato, autópsia médica legal do falecido, processamento da cena do fato, relatório de início de investigação policial e outros elementos que foram valorizados pela autoridade jurisdicional, também demonstrou-se a existência de riscos de fuga e entrave processuais “, explicou o promotor, José Luis Quispe.

Messias é procurado pela justiça brasileira acusado de homicídio qualificado, além de envolvimento com grupos criminosos.

%d blogueiros gostam disto: