Jorge Viana confirma candidatura ao governo: “Com fé em Deus, vamos ter novamente o Acre”

Wanglézio Braga/ Foto: Reprodução

O Partido dos Trabalhadores (PT) quer voltar a dominar o Acre e mira o seu objetivo já no próximo pleito. Hoje (28), o ex-governador e ex-senador Jorge Viana (PT) confirmou que colocou o seu nome no crivo dos petistas para concorrer à vaga de chefe do executivo nas eleições de 2022.

Nas redes sociais, Viana publicou uma extensa carta fazendo ponderações sobre os governos do PT, antes, porém, criticou a situação do país e do estado em relação à Pandemia do novo Coronavírus. “É verdade que os mandatários que aí estão apresentam um desempenho muito abaixo do esperado no enfrentamento dessa crise (…) É inaceitável o mal causado à imagem e aos interesses do Acre por trapalhadas no Senado rotuladas pelo ministro da Economia de ‘lambança’ e ‘nave pilotada por macacos’”, alfinetou.

Em seguida, a principal figura do PT no Estado fez alusão à sua biografia relatando conquistas no Congresso Nacional ao mesmo tempo que critica a ação de parlamentares que não apresentam retorno ao Estado. Jorge Viana evitou citar nomes. “A sociedade esperou pacientemente, mas eles que ganharam tudo, governos e maioria parlamentar, já estão no terceiro ano de mandato e pouco apresentaram. O que se vê são brigas no governo e seus partidos. Cada um quer ser o patrão e cada vez mais desmoralizam-se uns aos outros”, disparou.

Ao seu modo, Jorge Viana joga ponderações: “Se você acredita que o Acre precisa crescer, é bom se lembrar que antes o atraso era muito grande, puxe na memória como era na década de 90, faltava tudo. Criamos a infraestrutura para o desenvolvimento. Implantamos o luz para todos e concluímos todas as grandes estradas e pontes dentro do nosso território. Consolidamos a ligação com o Peru e a Bolívia. A presidenta Dilma abraçou nossa luta pela ponte do rio Madeira, avançou as obras e reservou dinheiro para sua conclusão, mas eles tomaram o poder e por cinco anos de dois governos atrasaram e fizeram a ponte de palanque”.

O ponto auge da sua publicação ficou sobre a temática “Eleições 2022”. “Agora o Partido dos Trabalhadores me convida para liderar pessoalmente as mediações internas e com outros partidos e segmentos sociais visando às eleições de 2022. Aceitei esse desafio com humildade, depois de ouvir e receber a solidariedade para a tarefa dos ex-governadores Tião e Binho, dos ex-prefeitos Angelim e Marcus Alexandre, de prefeitos, parlamentares, muitas amigas e muitos amigos – partidários e apartidários”, escreveu.

Concluindo suas ponderações, Jorge Viana critica os atuais gestores e ressalta que está ‘agindo pela união visando um Acre e Brasil melhor’.

“Com fé em Deus, vamos ter novamente o Acre com força e futuro. Precisamos ter inteligência para explorar e renovar o legado extraordinário das nossas populações tradicionais. Quero ampliar o diálogo com todos, lideranças políticas, trabalhadores e empresários, ouvir as mulheres, saber o que diz a juventude, e também os idosos e os que perderam sua renda. Não precipito candidaturas, não ambiciono esse ou aquele cargo, estou agindo pela união de todos que querem o melhor para o Acre e o Brasil (…) Enquanto os mandatários de agora brigam e mergulham no atraso, vamos nos preparar para as eleições de 2022 com um movimento pelo Acre do Século 21”, concluiu.

%d blogueiros gostam disto: