“O povo do Acre não aguenta mais tanta enrolação”, diz Leo de Brito ao denunciar descaso de Bolsonaro com a BR-364

As péssimas condições de trafegabilidade da BR-364, mais uma vez, foi denunciada pelo deputado federal Leo de Brito (PT) na tribuna da Câmara dos Deputados. O parlamentar ressaltou que em pleno verão amazônico a principal rodovia que interliga municípios do Acre está praticamente intrafegável.

“O povo do Acre vem sendo enrolado. Não tem outra palavra a dizer”, declarou Leo de Brito.

O deputado federal recordou que a BR-364, que liga Rio Branco à Cruzeiro do Sul, foi construída nos governos dos ex-presidentes Lula e Dilma, nos governos estaduais de Jorge Viana, Binho Marques e Tião Viana e está aberta ao tráfego desde 2011, de inverno a verão.

“Já tem mais de seis anos que ela está sob a administração do DNIT [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes], do governo federal. Nós vamos completar quase quatro anos de governo Bolsonaro e hoje ela se encontra literalmente abandonada. Nós estamos em pleno verão amazônico e nós temos carros quebrando, atolando, em pleno verão amazônico. A rodovia está em péssima situação de manutenção que se estende de Rio Branco a Porto Velho. Nós ouvimos reclamações recentes”, relatou.

Leo de Brito completou dizendo que há total inércia por parte do DNIT, do governo federal, do Ministério dos Transportes. “Não fazem nada. Está abandonando a rodovia. O presidente Bolsonaro teve, praticamente, 80% dos votos válidos no Estado do Acre, mas virou as costas para o Acre. Para ter uma ideia, de R$ 275 milhões em contratos, só R$ 30 milhões estavam liberados este ano”, disse o deputado.

Leo de Brito comunicou ainda que a empresa que faria obras na BR já paralisou os trabalhos na rodovia alegando não ter condições de fazer as intervenções recebendo um valor tão ínfimo. De acordo com relatório técnico, o DNIT determinou que todos os serviços que se encontram em andamento sejam paralisados a partir do dia 25 deste mês.

“Ano passado o ministro Tarcísio, esse que será candidato pelo Estado de São Paulo, disse que o projeto de reconstrução da BR-364 já estava praticamente pronto. Mentira! Mentiu na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle [CFFC]. Agora, ficamos sabendo que contrataram para que o projeto de reconstrução seja feito. Vão passar dois anos para fazer o projeto que vai custar R$ 1 bilhão, ou seja, não vai acontecer”, alertou. 

Já em nota divulgada nesta quarta-feira, 13, a assessoria de Comunicação do DNIT, contrariando o que constava em relatório técnico do próprio Departamento, afirmou que não haverá paralisação nas obras da rodovia. “Enquanto isso, a população que trafega pela BR-364 fica sem saber quando a estrada estará em boas condições de tráfego”, disse Leo de Brito.

O parlamentar finalizou seu pronunciamento ressaltando que a maioria dos parlamentares do Acre são aliados de Bolsonaro, mas mesmo assim, as diversas audiências que foram realizadas não resultaram em absolutamente nada de concreto. “Chega de enrolação. O governo federal hoje, em relação ao Estado do Acre, em relação a BR-364, é só foto e muita enrolação. O povo do Acre não aguenta mais tanta enrolação, tanto descaso, tanto abandono por parte do governo Bolsonaro com o nosso Estado”, concluiu.

%d blogueiros gostam disto: