Orçamento secreto: Leo de Brito diz que Márcio Bittar quer transformar o Senado num feudo de sua família

O escândalo do “orçamento secreto” ganhou destaque na imprensa nacional, mais uma vez, nesta quinta-feira, 12, e foi sobre isso que o deputado federal Leo de Brito (PT-AC) tratou na tribuna da Câmara Federal. Leo de Brito frisou que o senador Márcio Bittar (União Brasil) figura na lista como recordista nos repasses do “orçamento secreto”.

“Ele conseguiu, no orçamento secreto, R$ 468 milhões, quase meio bilhão de reais. Agora ele quer transformar o Senado Federal num feudo da sua família, porque vai utilizar desses recursos, as negociatas, para eleger a sua esposa, Márcia Bittar, Senadora. Está querendo empurrar sua esposa de goela abaixo no eleitorado acreano”, afirmou o deputado federal.

Segundo informações veiculadas na imprensa nacional, foram destinados, nos anos de 2020 e 2021, R$ 38 bilhões. Diante de denúncias, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu que o parlamento brasileiro fizesse a revelação de quanto cada deputado federal e Senador teve de acesso.

O portal G1 informou que do montante de 2021 detalhado pelos senadores, R$ 2,4 bilhões, supera o orçamento inicial previsto para o ano passado de seis ministérios, separadamente: Relações Exteriores, Meio Ambiente, Turismo, Controladoria-Geral da União, Advocacia-Geral da União e Mulher, Família e Direitos Humanos.

“Das informações que foram mandadas ao STF, 70% são secretas, não têm transparência nenhuma. E o pior: os valores que foram revelados dão conta de que existe uma verdadeira oligarquia no Congresso Nacional e que esses valores que foram revelados representam os recursos de seis ministérios no ano de 2021. Entretanto, está sobrando dinheiro aqui para as oligarquias no Congresso”, denunciou. 

Leo de Brito observou que enquanto o governo de Bolsonaro despeja dinheiro no Congresso Nacional, o povo brasileiro segue sofrendo, enfrentando a alta da inflação, o desemprego e que diante do cenário atual de desesperança, aumenta o número de jovens que desejam ir embora do país em busca de melhores oportunidades.

“Há muito dinheiro secreto para negociatas, para corrupção, para essas oligarquias aqui, no Congresso Nacional. São as cúpulas. É muita patifaria isso que está acontecendo. Nós temos que repudiar o que está acontecendo. Peço que a Ministra Rosa Weber volte a intimar, mais uma vez, o Congresso Nacional para que, de fato, seja dada total transparência a essa situação e que as instituições de controle possam acompanhar, seguir o “rastro desse dinheiro”. Juntamente com esse dinheiro, estão indo a corrupção e as negociatas”, concluiu Brito.

%d blogueiros gostam disto: