Petecão volta a cobrar providências na Saúde: “Crianças estão morrendo e o governo não faz nada”

A semana começou com mais uma criança morta, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), com suspeita de síndrome respiratória aguda grave, também conhecida pelas siglas SRAG ou SARS. Nesta segunda-feira, 27, o senador Sérgio Petecão (PSD) voltou a cobrar providências do governo do Estado.

“São vidas que estão sendo perdidas. Crianças estão morrendo e o governo não faz nada. Pessoas espalhadas pelos corredores dos hospitais, mães que perderam seus filhos sendo humilhadas, faltam remédios básicos. Um verdadeiro caos. Tudo isso por ineficiência de um governo sem rumo. A Saúde do nosso estado está entregue à própria sorte”, afirmou, indignado, o coordenador da bancada federal.

Mesmo com enfermaria recém-inaugurada, o principal hospital de urgência e emergência do estado voltou a ter pacientes espalhados nos corredores. O governo federal já repassou R$ 1,3 bilhão para saúde do Acre, R$ 212,5 milhões somente para o combate à covid-19. No fim de 2020, primeiro ano de pandemia, o governo do Acre deixou de usar 80% dos recursos enviados pelo governo federal, segundo relatório do Ministério da Saúde.

Para Petecão, não adianta fazer marketing dizendo que está tudo bem na saúde quando, na verdade, as pessoas estão morrendo por negligência e incompetência: “O povo não aguenta mais tanta mentira”. O coordenador da bancada disse ainda que não faltou dinheiro para o Acre. Graças ao empenho dos parlamentares, em Brasíllia, foram aprovadas vacinas, compra de respiradores, além de garantir recursos para o momento mais crítico da crise sanitária nos últimos anos.

%d blogueiros gostam disto: