Policias penais voltam a cobrar reajuste salarial e concurso no Acre

O Sindicato dos Policiais Penais do Acre (Sindapem) realizou uma manifestação pública em frente à sede do Instituto Penitenciário do Acre (Iapen) na manhã desta terça-feira, 6, cobrando novamente o reajuste salarial e realização de concurso público, que não ocorre desde 2007.

A categoria alega que o protesto é em defesa dos direitos da classe e em desacordo pela falta de negociação do governo, que não tem tratado as reivindicações. “É público e notório que essa entidade sindical vem ao longo de meses dialogando e levado de maneira oficial e documental todas as nossas pautas ao conhecimento do governo do Estado. Não havendo qualquer razão para tentativas de argumentação de que não houve tempo para analisarem as nossas demandas”, declarou.

A categoria alega que, enquanto não houver tratativas sobre as principais demandas dos Policiais Penais, haverá manifestações contra o governo. “Em resposta a esse retrocesso, que tem ficado evidente desde o último encontro entre o sindicato e os encarregados por negociar com o representante da classe. Continuaremos nos manifestando e expondo esse tratamento desigual aos servidores do sistema Penitenciário, pois esses são de suma importância para a estabilidade da sensação de segurança da sociedade acreana, que já não tem tido muita tranquilidade nesse quesito pela criminalidade desenfreada em nosso Estado”, diz o representante do sindicato, Joélison Ramos.

%d blogueiros gostam disto: