Projeto de Petecão que visa imprimir data de validade em notas de R$ 50 e R$ 100 tem a simpatia de Bolsonaro

Um projeto de autoria do senador Sérgio Petecão apresentado na legislatura anterior pode voltar à pauta de discussão e entrar em vigor no País, caso seja aprovado. A matéria conta com a simpatia do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente da República, Jair Bolsonaro.

A proposta prevê a validade para as cédulas de papel-moeda. A estratégia é evitar que dinheiro desviado pela corrupção permaneça guardado por muito tempo, sem que seja trocado. A medida combateria a sonegação e o crime de caixa 2.

 Projeto de Petecão que visa imprimir data de validade em notas de R$ 50 e R$ 100 tem a simpatia de Bolsonaro

“A minha preocupação e o foco do nosso projeto, é para que este dinheiro que está escondido aí possa vir para o mercado, porque, na hora em que nós trocarmos essa nota de R$ 50 e de R$ 100, essas pessoas vão ser obrigadas a botar esse dinheiro fora”, lembra Petecão.

Em 2017, a Polícia Federal apreendeu em um apartamento ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima o equivalente a quase R$ 52 milhões. O dinheiro estava guardado em seis malas e oito caixas de papelão. Sem data de validade, as notas não precisariam ser trocadas, o que facilitaria para o crime