Reduzir internações e manter baixas de síndromes gripais levam Rio Branco à fase laranja

()()

FOTO: SÉRGIO VALE

A redução de 23% nas notificações de síndrome gripal nas unidades de saúde de Rio Branco são um sinal de que Rio Branco pode subir à fase laranja do risco de Covid-19, diz o comitê de enfrentamento à doença na capital.

No entanto, passar à nova fase –que permite a abertura de várias atividades não essenciais –é um processo que conta com a participação da comunidade.

“São dois movimentos importantes. A vacinação descentralizada da Influenza (gripe) e o inquérito epidemiológico, fundamental para a estimativa do número de pessoas infectadas pelo vírus e planejamento das ações de vigilância e assistência no nosso município Além disso, as Teleconsultas e o Telemonitoramento ajudam com que as pessoas fiquem em casa”, disse Osvaldo Leal, coordenador do comitê.

A alta taxa de internação hospitalar, que caiu 17% no período analisado pelo comitê estadual foi o que manteve Rio Branco e os demais municípios da regional Baixo Acre na faixa de emergência.

A faixa laranja permite, entre outros, a reabertura do Shopping Via Verde mas não totalmente. Áreas de lazer e alimentação, das feiras livres, comércio de rua e ambulantes e da indústria em geral também podem reabrir. Bares, restaurantes, pizzarias, lanchonetes, sorveterias e similares, distribuidoras podem oferecer, exclusivamente, o serviço de delivery ou drive-thru.

%d blogueiros gostam disto: