Alto Acre supera 3.000 casos e 50 mortes por Covid-19

Os mais recentes números relacionados ao avanço da pandemia do novo coronavírus no Acre, divulgados nesta segunda-feira, 14, no Boletim do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), mostram que os quatro municípios da regional do Alto Acre concentram 12,5% das infecções por covid-19 do estado.

Juntos, Assis Brasil, Brasiléia, Xapuri e Epitaciolândia acumulam 3.286 casos da doença com o registro de 54 mortes. Os números altos são reflexo da grande incidência do coronavírus na região. Dos quatro municípios, apenas Epitaciolândia não está entre os primeiros colocados em casos por grupo de 100 mil habitantes. Assis Brasil e Xapuri são os dois primeiros e Brasiléia o quarto.

Individualmente, Brasiléia tem 1.152 casos; Xapuri 1.082; Assis Brasil 560 e Epitaciolândia 492. Assis Brasil é a cidade de maior incidência (7.550,2 casos por 100 mil habitantes) e de maior mortalidade (121,3/100.000 habitantes). O município da tríplice fronteira é menos populoso da regional, com 7.534 habitantes, segundo estimativa do IBGE para 2020.

Mas as notícias não são apenas ruins. O número de altas médicas nos quatro municípios também é elevado, aproximando-se ou superando os 90%. Outro dado positivo é que desde a última sexta-feira, 11, não há internações por covid-19 nas unidades hospitalares da regional – hospital Raimundo Chaar, de Brasiléia, Epaminondas Jácome, em Xapuri, e unidade mista de Assis Brasil.

Em todo o Acre, até o momento, são 66.555 casos notificados, tendo sido 40.367 (60,7%) casos descartados, 26.176 (39,3%) confirmados e 12 seguem aguardando resultado de exame laboratorial por PCR no Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux.

Nesta segunda-feira, 14, foram confirmados mais 10 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no estado, mas que não houve novos registros de óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. O número oficial de mortos pela doença no Acre desde a chegada da pandemia permanece em 640.

%d blogueiros gostam disto: