Assinada ordem de serviço para construção do anel viário e da ponte em Brasileia

O governo do Estado assinou nesta sexta-feira (21), no Palácio Rio Branco, a Ordem de Serviço para execução do Projeto Executivo do Contorno Rodoviário de Brasileia e Construção da Ponte sobre o Rio Acre.

O evento contou com a participação do chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, do secretário de Infraestrutura do Acre, Ítalo Medeiros, do presidente do Deracre, Petrônio Antunes, e da coordenadora de projetos da Prefeitura de Brasileia, Suly Guimarães.

A obra irá beneficiar vários municípios da Região do Vale do Alto Acre, dentre eles, Epitaciolândia, Brasiléia, Assis Brasil, e beneficiando de forma direta um total de 51.6 mil habitantes.

Na ocasião, a representante da prefeitura de Brasileia destacou que a oportunidade é ímpar para o avanço da infraestrutura da cidade.

“Parabéns para a população do Alto Acre, que irá realizar um sonho tão almejado que agora se concretiza, o avanço na infraestrutura. Uma luta de muitos, parabéns Governador Gladson pelo seu empenho”, comentou.

A obra promove uma nova alternativa rodoviária para o transporte regional das cidades de Brasileia e Epitaciolândia localizadas no Estado do Acre.

Atual ponte que liga os municípios de Brasiléia à Epitaciolândia, além do elo para o Pacífico pel BR 317, poderá ter mais uma ao lado.

A Rodovia BR- 317 cruza o Estado do Acre, e pode ser considerada uma das rodovias mais importantes da região, pois está mesma liga o Brasil ao oceano pacífico, tornando uma rota altamente comercial e turística nesta região.

Na rota atual utilizada, existem vários conflitos urbanos evidentes, uma vez que a rodovia BR 317 corta a cidade em um trecho expressivo. Como consequência, é observada a redução significativa da velocidade de trânsito. Os cruzamentos frequentes, além da falta de segurança da via, são fatores agravantes para a região em sua atual realidade.

Desta forma, o trecho atual da Rodovia BR-317, utilizado pela população da região, entre os quilômetros 289,3 ao 299,4 no estado do Acre, é caracterizada pelo intenso tráfego urbano com incidência elevada de veículos de passeio locais, diversos cruzamentos em nível, número elevado de ciclistas e pedestres na faixa de domínio da rodovia, e um consequente número elevado de acidentes, além disso, podemos citar também a ponte existente que funciona somente com uma única faixa de trafegabilidade, que é controlada por sinalização.

%d blogueiros gostam disto: