Polícia Militar acaba com ‘reunião’ de grupo de criminosos em Epitaciolândia

As denuncias já vinham sendo registradas por alguns dias no comando do 5º Batalhão da Polícia Militar do Alto Acre, localizado em Brasiléia. Onde dava conta de uma casa que vinha sendo usada para encontros de pessoas ligadas a grupos de facções criminosas.

Foi quando as forças de segurança do Acre, envolvendo vários setores, inclusive de inteligência, passaram a monitorar o grupo. Foi quando descobriram que pessoas envolvidas em três grupos de facções criminosas (PCC, B13 e Ifara), estavam se reunindo para planejar ações criminosas pela fronteira, além do tráfico de entorpecentes.

A casa, localizada no Bairro José Hassem, em Epitaciolândia, passou a ser o alvo para uma abordagem realizada na noite deste sábado, dia 27. Foi cercada e todos que estavam dentro, foram detidos 10 indivíduos e identificados.

Um desses, tido como um dos líderes de um dos grupos, conseguiu fugir para dentro da mata com uma mochila onde teria arma e drogas. Outro que foi detido, também seria do alto clero de uma das facções criminosas que teimam em crescer no Acre.

Alguns dos detidos, já estavam sendo investigados por possível envolvimento direto no sequestro e assalto de um motorista de aplicativo que aconteceu na semana passada.

Durante a abordagem, drogas foram localizadas dentro da casa. Cerca de 36 trouxinhas de maconha e um recipiente com quase 140 gramas de cocaína, além de outras trouxinhas prontas para a venda. Também foi encontrado material utilizado para o embalo e comercialização da droga.

Todos os que estavam dentro da casa, foram detidos e levados para a delegacia, onde poderão ser enquadrados em crimes previstos no Código Penal como; tráfico de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa, além do Artigo 268, que seria descumprir o Decreto da Pandemia (aglomeração de pessoas).

Todos foram conduzidos e entregues ao delegado plantonista, que encaminhará o caso ao judiciário para os devidos procedimentos. Podendo encaminhar parte do grupo ao presídio na Capital.

%d blogueiros gostam disto: